Aula de Natal da Associação Blumenau de Karate no shopping

Evento ocorre neste sábado, dia 02 de dezembro, entre 15h e 17h15min, no segundo piso do Park Europeu e vai reunir mais de 150 alunos/atletas

Ague-uke, guedan-barai, Judi-uke, shuto-uke e soto-uke. Essas são algumas das técnicas de defesa do karate conhecidas pelos praticantes dessa arte marcial, que nasceu na Ilha de Okinawa, no Japão. Neste sábado, dia 02 de dezembro entre 15h e 17h15min (ver tabela), a Associação Blumenau de karate/Ipiranga/Barão/Park Europeu/Promoshirt/Arawaza/FMD Blumenau promove a sua quarta apresentação de 2017 no Shopping Park Europeu, com a presença de mais de 150 alunos/atletas.

De acordo com Vanderlei de Oliveira, professor da Secretaria Municipal de Educação e técnico da FMD Blumenau, a parceria, com o Shopping Park Europeu segue sendo um sucesso, com média de 150 alunos participantes em cada encontro – além da boa recepção por parte dos praticantes e comunidade em cada aula/apresentação. “Procuramos mostrar uma parte do karate, que tem o kihon (treinamentos de fundamentos), kata (luta imaginaria), Kumitê (combate)”. Para este sábado, dia 02 de dezembro, as aulas serão no piso superior do Shopping. Além disso, o público poderá prestigiar também a exposição, que conta a história da Associação, com materiais utilizados pela modalidade, troféus e outras curiosidades.

Proposta

Vanderlei adianta que as aulas serão direcionadas para que a comunidade conheça a modalidade, tanto na parte esportiva, lúdica e dos benefícios os quais proporciona às crianças e adolescentes. “O karate é um esporte excelente para todas as idades, seja como forma educacional, disciplina, integração social, condicionamento físico, autocontrole e defesa pessoal. A modalidade pode ser iniciada a partir dos três anos de idade”, destaca o professor.

A proposta é fazer um evento lúdico, um momento de lazer e uma oportunidade dos alunos se apresentarem ao público. Fundada em 2002, a Associação Blumenau de Karatê conta atualmente com 1,6 mil alunos, distribuídos em 27 núcleos de aulas espalhados por 21 bairros da cidade. Um trabalho digno de aplausos!

Crédito da foto: Artur Moser/Divulgação

 

Deixe uma Resposta